Notícias e orientações

     A equipe da DFV Neuro, preocupada com o bem estar de seus pacientes, separou um espaço para compartilhar dicas, orientações e novidades de saúde. Acompanhe aqui as orientações dos nossos médicos.

Assuntos abordados

Navegue pelas tags ao lado para encontrar o assunto de seu interesse

05/01/2017

A síndrome de hipotensão liquórica decorre da produção ineficiente ou perda do líquor produzido.

Pode ocorrer em eventos pós-operatórios ou pós-traumáticos, na presença de fístula liquórica, ou ser

espontânea. Ocorre com relativa frequência após punções lombares para raquianestesia ou coleta de

líquor.

 Os sintomas são típicos, geralmente representados por cefaléia intensa que piora com postura

ortostática (em pé) e melhora em decúbito dorsal horizontal (deitado).  Náuseas e tonturas também

podem ser presentes.

O tratamento da hipotensão liquórica depende da causa e da intensidade dos sintomas. Repouso

deitado por alguns dias, hidratação vigorosa e medicações para controle da dor são eficientes na

maioria dos casos. Em alguns casos, é necessário investigar se há fístula liquórica ativa e realizar seu

fechamento.

25/12/2016

Fisiologicamente, o líquor deve manter-se contido no espaço liquórico e hermeticamente protegido. A fístula liquórica é a comunicação do espaço liquórico com outros meios, seja o meio externo ou outras cavidades e espaços do organismo. Quando uma comunicação anômala existe, isso permite a perda de muitas funções exercidas pelo líquor, como proteção do sistema nervoso, facilitando infecção do sistema nervoso.

As fístulas podem ser espontâneas, pós-traumáticas ou pós-operatórias. As espontâneas ocorrem sem uma causa predecessora. As pós traumáticas ocorrem após traumatismos que afetem o sistema nervoso central, permitindo fissuras nas meninges que permitem o extravasamento do líquor. As fístulas pós-operatórias podem ocorrer após tratamento cirúrgico de enfermidades do crânio ou coluna vertebral, quando há abertura inadvertida das meninges ou fechamento inadequado das mesmas.

A perpetuação do vazamento liquórico permite que germes circulem para dentro do sistema ne...

04/11/2016

A Siringomielia é a formação de uma cavidade líquida dentro da medula espinhal, decorrente de alterações da circulação liquórica. Geralmente acontece na medula cervical e torácica alta. Está muito associada à malformação de Chiari, mas também pode ocorrer em associação com tumores medulares, infecções, após traumatismos e até sem causa determinada (idiopática).

Os principais sintomas encontrados na siringomielia são dor na coluna e déficits neurológicos, mais especificamente déficits de sensibilidade térmica e tátil e perda de força em membros superiores e/ou inferiores, dependendo da localização da siringomielia.

O tratamento da siringomielia geralmente é endereçado à causa do transtorno do fluxo liquórico. O tratamento da malformação de Chiari, do tumor e da causa adjacente pode normalizar a circulação do líquor e assim, reverter a siringomielia. Quando não é possível reestabelecer a circulação liquórica normal, o objetivo do tratamento é criar um novo pertuito...

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Voltar ao topo